segunda-feira, 21 de junho de 2010

Até quando?





Ela chora
Ele sorri
Ela se fecha
Ele se expõe
Ela pensa em desistir
Ele com um gesto ou palavra à faz continuar
Ele é uma incógnita 
Ela o tenta decifrar
Ela o deseja e sabe que ele também
E nesse jogo de gato e rato
Ela não cansa de tentar
Mas ela insiste porque sente...
Sua intuição nunca á deixou na mão
Quando estão próximos, ela consegue enxergar
Os sinais que ele, tentando fugir, acaba por demonstrar
Até quando esse jogo continuará?
Essa é uma resposta que somente o tempo dirá!

4 comentários:

  1. Delicioso Dani!!!
    Ah sem o mistério a gente não fica, a gente desiste e se cansa.
    Brincadeira de gato e rato é adrenalina, nas emoçoes que encanta.
    Se tudo fosse tão simples, ou que dirá até fácil,
    graça nenhuma teria e a gente sequer sairia a luta pela conquista.

    Adoro!!!!!!!
    Curta que a vida é assim,
    um canteiro de jardim e uma roseira sem rosa e a gente vai aguando, até ela brotar e quando se dar por vencida, um lindo cravo aparece por lá...


    Amoooo!!

    Hoje vou te levar para minha listagem particular de blogs, adoro tuas visitas minha amiga, muito bom estar com você.

    Bjs e não se esqueça:
    O difícil é o belo
    Livinha

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Dani, esquenta não. Os blogs estão dando pau no geral.
    Vixi já aconteceu com muita gente por aqui que eu conheço.
    Taí, mandei novamente porque tudo que eu escrevo eu levo comigo..

    Boa sorte!

    ResponderExcluir
  4. Passei para visitar-te e deixar um bjs com carinho

    ResponderExcluir